4.8.17

Filme - Reposição a 17 de Agosto no Medeia Espaço Nimas
‘TA'AM E GUILASS - O SABOR DA CEREJA’ 
de Abbas Kiarostami
com Homayoun Ershadi e Abdolrahman Bagheri
(1997 Abbas Kiarostami Productions)


Badii, um homem de meia-idade, percorre os arredores quase desertos de Teerão. Decidiu suicidar-se e ao volante do seu carro procura alguém que o enterre, caso seja bem-sucedido. Em 1997, o filme ‘Ta'am e Guilass - O Sabor da Cereja’ conquistou a Palm d’Or, distinção para melhor filme em competição no Festival de Cannes, e abriu o Ocidente ao cinema iraniano, apesar das críticas a este complexo filme divergirem.
Um drama do realizador iraniano Abbas Kiarostami (1940 - 2016), autor de ‘Khane-ye Doust Kodjast? - Onde Fica a Casa do Meu Amigo?’ (1987), ‘Nema-ye Nazdik - Close-Up’ (1990), ‘Zire Darakhatan Zeyton - Através das Oliveiras (1994)’, ‘Bad Ma Ra Khahad Bord - O Vento Levar-nos-à’ (1999) e ‘Dah - Dez’ (2002).
20.º Aniversário - Cópia Restaurada 
“O mais enigmático e mais bem conseguido filmes de Abbas Kiarostami é ainda hoje uma mescla incomum de humor, meditação e mistério, que sobrevive à distância cultural.” 
Medeia Filmes
‘TA'AM E GUILASS’
Abbas Kiarostami 

30.7.17

BD - Prémios
EISNER AWARDS 2017  
Will Eisner Comic Industry Awards   
‘Wonder Woman: The True Amazon’, de Jill Thompson, eleito Graphic Album - New


A novela gráfica ‘Wonder Woman: The True Amazon’, de Jill Thompson, acaba de ser distinguida com o Eisner Award - Best Graphic Album - New 2017, prémio para melhor livro de banda desenhada inédito publicado nos Estados Unidos. A obra reimagina os primeiros anos da Princesa Diana da Amazónia, que cresceria para tornar-se Mulher Maravilha.
Os Eisner Awards, o mais importante prémio para a realização criativa da banda desenhada norte-americana (comics e graphic novels), são promovidos anualmente durante a convenção San Diego Comic-Con International, na Califórnia. Na sua 29.ª edição, os prémios distribuem-se por três dezenas de categorias cujos candidatos foram nomeados por um painel de cinco membros e votados por profissionais da banda desenhada.

EISNER AWARDS 2017  
Best Graphic Album - New (melhor álbum inédito)   
‘Wonder Woman: The True Amazon’ Jill Thompson (DC Comics) 
Best Single Issue or One-Shot (melhor edição única ou especial)   
‘Beasts of Burden: What the Cat Dragged In’ Evan Dorkin / Sarah Dyer / Jill Thompson (Dark Horse) 
Best Continuing Series (melhor série continuada)   
‘Saga’ Brian K. Vaughan / Fiona Staples (Image) 
Best Limited Series (melhor série limitada)   
‘The Vision’ Tom King / Gabriel Walta (Marvel) 
Best New Series (melhor nova série)   
‘Black Hammer’ Jeff Lemire / Dean Ormston (Dark Horse)
‘WONDER WOMAN: THE TRUE AMAZON’
Jill Thompson 
Eisner Awards - Best Graphic Album - New 2017


28.7.17

Cinema - Ciclo
UM ANO DE CINEMA(S) 
Os melhores filmes estreados no último ano 
Agosto no Espaço Nimas
(Medeia Filmes) 


Mais de 50 obras cinematográficas estão em destaque em Julho e Agosto no ciclo 'Um Ano de Cinema(s)', um conjunto de filmes que marcaram o mundo do cinema nos últimos meses. No Espaço Nimas, são repostos os melhores filmes estreados no último ano, para ver ou rever, um por dia.
A Medeia Filmes exibe há duas décadas os melhores filmes, incluindo os menos divulgados, contrariando a ideia feita de que não haveria em Portugal público para estes filmes, foi possível fazer de muitos deles sucessos de estima, de crítica e de público. Desde o início, a exibidora de Paulo Branco privilegia a divulgação do cinema europeu, português e das cinematografias menos divulgadas, a reposição de grandes clássicos da história do cinema em cópias novas e a disponibilização de catálogo de filmes em DVD.
Bilhetes por 5 euros. 

SELECÇÃO 
Terça, 01 de Agosto
16h30 e 21h30 - ‘Elle - Ela’ (2016 Holanda), de Paul Verhoeven, com Isabelle Huppert e Laurent Lafitte. 
Quarta, 02 de Agosto 
14h00 e 19h00 - ‘Bacalaureat - O Exame’ (2016 Roménia), de Cristian Mungiu, com Adrian Titieni e Maria Dragus. 
Quinta, 03 de Agosto 
16h30 e 21h30 - ‘Little Men - Homenzinhos’ (2016 Estados Unidos), de Ira Sachs, com Greg Kinnear e Jennifer Ehle. 
Sábado, 05 de Agosto 
16h30 e 21h30 - ‘I, Daniel Blake - Eu, Daniel Blake’ (2016 Inglaterra), de Ken Loach, com Dave Johns e Hayley Squires. 
Domingo, 06 de Agosto 
16h30 e 21h30 - ‘Manchester by the Sea’ (2016 Estados Unidos), de Kenneth Lonergan, com Casey Affleck e Michelle Williams. 
Terça, 08 de Agosto 
16h30 e 21h30 - ‘Ma Loute’ (2016 França), de Bruno Dumont, com Fabrice Luchini e Juliette Binoche. 
Quarta, 09 de Agosto 
14h00 e 19h00 - ‘Get Out - Foge’ (2017 Estados Unidos), de Jordan Peele. com Daniel Kaluuya e Allison Williams. 
16h00 e 21h00 - ‘Tony Erdmann’ (2017 Alemanha), de Maren Ade, com Sandra Hüller e Peter Simonischek. 
Quinta, 10 de Agosto 
14h00 e 19h00 - ‘São Jorge’ (2016 Portugal), de Marco Martins, com Nuno Lopes e Mariana Nunes. 
16h15 e 21h15 - ‘Aquarius’ (2016 Brasil), de Kleber Mendonça Filho, com Sonia Braga e Maeve Jinkings. 
Sexta, 11 de Agosto 
16h30 e 21h30 - ‘Moonlight’ (2016 Estados Unidos), de Barry Jenkins, com Mahershala Ali e Shariff Earp. 
Domingo, 13 de Agosto 
14h00 e 19h00 - ‘Ma Vie de Courgette - A Minha Vida de Courgette’ (2016 Suíça), de Claude Barras, com Gaspard Schlatter e Sixtine Murat (vozes). 
Segunda, 14 de Agosto 
16h30 e 21h30 - ‘I Am Not Your Negro - Eu Não Sou o Teu Negro’ (2016 Haiti), de Raoul Peck, com Samuel L. Jackson e James Baldwin. 
Quarta, 16 de Agosto 
16h15 e 21h15 - ‘Ah-Ga-Ssi - A Criada’ (2016 Coreia do Sul), de Park Chan-wook, com Kim Min-hee e Ha Jung-woo.
OS MELHORES FILMES ESTREADOS NO ÚLTIMO ANO
‘Um Ano de Cinema(s)’


24.7.17

Música - Álbum
‘ANGUILLA ELECTRICA’ 
Porter Ricks 
(2017 Tresor) 


A dupla de músicos e produtores composta pelos alemães Andy Mellwig e Thomas Koner, sob o nome Porter Ricks, é pioneira do dub/techno. Estreou-se com o álbum ‘Biokinetics’ (1996 Chain Reaction), a que se seguiu ‘Porter Ricks’ (1997 Mille Plateaux).
Porter Ricks regressa agora com o novo álbum ‘Anguilla Electrica’ onde o seu design de som denso e original explora novos territórios e experiências sónicas subaquáticas. Um conjunto de seis temas dub/techno/noise, de texturas alucinantes e ondas vertiginosas, simultaneamente experimental e dançável.
“What's most striking about ‘Anguilla Electrica’ is how they've managed to keep their original spirit intact without sounding like they used to. Porter Ricks prove you can faithfully reference your past while boldly striking forward, no matter how much time has passed.” 
Resident Advisor
CD / 2LP / DIGITAL
‘Anguilla Electrica’ 
Porter Ricks

20.7.17

Cinema - Sessão Extra
SESSÕES DE CULTO 
‘Night of the Living Dead - A Noite dos Mortos Vivos’ 
Sexta, 21 de Julho às 00h00 no Medeia Espaço Nimas


O realizador norte-americano George A. Romero faleceu em Julho, aos 77 anos. Para homenagear o pai dos zombies, a Medeia Filmes promove uma sessão extra das Sessões de Culto com o filme ‘Night of the Living Dead - A Noite dos Mortos Vivos’, a obra-prima de baixo orçamento de George A. Romero que ajudou a reinventar o cinema de terror para a era moderna.
‘Night of the Living Dead - A Noite dos Mortos Vivos’ continua a ter um grande impacto sobre a cultura norte-americana, por ser uma dura crítica à sociedade do final dos anos 1960, durante os movimentos dos direitos civis e a Guerra do Vietname.
Apresentação pelo músico, autor de BD e realizador Filipe Melo. Bilhetes por 1 euro. O valor total da bilheteira reverte para a Amnistia Internacional.

Sessões de Culto - Sessão Extra
‘Night of the Living Dead - A Noite dos Mortos Vivos’ (1968), de George A. Romero, com Duane Jones e Judith O'Dea.
Os mortos andam à solta e com fome de carne humana. Um grupo de sobreviventes barrica-se numa casa de campo abandonada, enquanto o exército de zombies circula pela pradaria. 
Fangoria - The 5 Best Horror Movies of All Time
‘NIGHT OF THE LIVING DEAD’
George A. Romero 

16.7.17

Festival - Música Global
FMM SINES 
Festival Músicas do Mundo 
De 21 a 29 de Julho em Sines
(CM Sines) 


A maior celebração das músicas do mundo realizada em Portugal tem como única playlist o atlas universal. O Festival Músicas do Mundo foi criado com a convicção de que a música global é cheia de cores e matizes. A essência do FMM Sines, com direcção de Carlos Seixas, é a descoberta da música que se faz no mundo e apresentar projectos musicais pela primeira vez em Portugal. Além do programa, os espaços definem o FMM Sines.
Esta 19.ª edição conta com 56 concertos de 36 países (de entrada paga e entrada livre repartidos entre Porto Covo e Sines) com alguma da melhor música que se está a produzir no mundo neste momento.
Songlines Magazine - 25 Best International Festivals 2015 
Bilhetes à venda na Fnac por 20 euros. CD-Duplo ‘FMM Sines 2017’ à venda na área de merchandising do festival por 3 euros. 

SELECÇÃO 
Sábado, 29 de Julho 
22h00 Castelo - Gaye Su Akyol (Turquia). Cantora-compositora art rock/klasik turk musikisi.
23h15 Castelo - Oumou Sangaré (Mali). Cantora wassoulou/musique de l'Afrique de l'Ouest. 
00h30 Castelo - Tiken Jah Fakoly (Costa do Marfim). Cantor-compositor reggae/instruments de musique de l'Afrique de l'Ouest.
MÚSICA COM ESPÍRITO DE AVENTURA
FMM Sines 

12.7.17

Cinema - Ciclo
UM ANO DE CINEMA(S) 
Os melhores filmes estreados no último ano 
Julho no Espaço Nimas 
(Medeia Filmes) 


Mais de 50 obras cinematográficas vão estar em destaque em Julho e Agosto no ciclo 'Um Ano de Cinema(s)', um conjunto de filmes que marcaram o mundo do cinema nos últimos meses. No Espaço Nimas, são repostos os melhores filmes estreados no último ano, para ver ou rever, um por dia.
A Medeia Filmes exibe há duas décadas os melhores filmes, incluindo os menos divulgados, contrariando a ideia feita de que não haveria em Portugal público para estes filmes, foi possível fazer de muitos deles sucessos de estima, de crítica e de público. Desde o início, a exibidora de Paulo Branco privilegia a divulgação do cinema europeu, português e das cinematografias menos divulgadas, a reposição de grandes clássicos da história do cinema em cópias novas e a disponibilização de catálogo de filmes em DVD.
Bilhetes por 5 euros. 

SELECÇÃO 
Quinta, 20 de Julho 
14h00 e 19h00 - ‘La Academia de las Musas - A Academia das Musas’ (2015 Espanha), de José Luis Guerín, com Rosa Delor e Emanuela Forgetta. 
16h30 e 21h30 - ‘Love & Friendship - Amor & Amizade’ (2016 Estados Unidos), de Whit Stillman, com Kate Beckinsale e Chloë Sevigny. 
Sábado, 22 de Julho 
14h00 e 19h15 - ‘An - Uma Pastelaria em Tóquio’ (2015 Japão), de Naomi Kawase, com Masatoshi Nagase e Kirin Kiki. 
16h30 e 21h30 - ‘Victoria’ (2015 Alemanha), de Sebastian Schipper, com Laia Costa e Frederick Lau. 
Terça, 25 de Julho 
14h00 e 19h00 - ‘Comoara - Tesouro’ (2015 Roménia), de Corneliu Porumboiu, com Toma Cuzin e Adrian Purcarescu. 
Quarta, 26 de Julho 
14h00 e 19h00 - ‘Tangerine’ (2015 Estados Unidos), de Sean Baker, com Kitana Kiki Rodriguez e Mya Taylor. 
16h30 e 21h30 - ‘Shan He Gu Ren - Se as Montanhas se Afastam’ (2015 China), de Jia Zhang-Ke, com Tao Zhao e Yi Zhang. 
Quinta, 27 de Julho 
14h00 e 19h00 - ‘O Ornitólogo’ (2016 Portugal), de João Pedro Rodrigues, com Paul Hamy e Xelo Cagiao. 
Sexta, 28 de Julho 
16h30 e 21h30 - ‘Julieta’ (2016 Espanha), de Pedro Almodóvar, com Emma Suárez e Adriana Ugarte. 
Sábado, 29 de Julho 
14h00 e 19h00 - ‘Fuocoammare - Fogo no Mar’ (2016 Itália), de Gianfranco Rosi, com Maria Costa e Samuele Pupilo. 
Domingo, 30 de Julho 
14h00 e 19h15 - ‘Juste la Fin du Monde - Tão Só o Fim do Mundo’ (2016 Canadá), de Xavier Dolan, com Nathalie Baye e Vincent Cassel. 
Segunda, 31 de Julho 
16h00 e 21h00 - ‘American Honey’ (2016 Inglaterra), de Andrea Arnold com Sasha Lane e Shia LaBeouf.
OS MELHORES FILMES ESTREADOS NO ÚLTIMO ANO
‘Um Ano de Cinema(s)’


8.7.17

DJ Sets
BRUNCH ELECTRONIK LISBOA 
In the park 
Todos os domingos, de 23 de Julho a 08 de Outubro, na Tapada da Ajuda
(Brunch -In) 


A par de Barcelona, Madrid e Paris, o Brunch Electronik regressa a Lisboa para transformar as tardes de domingo. Com um line-up repleto de música electrónica, são 12 sessões ao ar livre programadas para dançar e petiscar nos food trucks, sempre ao som da melhor música electrónica. Entre os DJs programados, destaque para Âme na última sessão.
A dupla de produtores deep house alemã Frank Wiedemann e Kristian Beyer estreou-se em 2003 como Âme e co-fundou a editora Innervisions em 2005. Já editou os álbuns ‘Âme’ (2004 Sonar Kollecktiv) e ‘Live’ (2012 Innervisions). Kristian Beyer, a metade dos Âme que se dedica ao DJing, é um divulgador e influenciador do house com instrumentação e composição orquestral, embora desconstruído em sintetizadores vintage e vocalizações espectrais. Uma sessão de grandes viagens melódicas e hipnóticas a partir de temas clássicos deep house e minimal techno no parque botânico da Tapada da Ajuda.
Bilhetes já à venda online em RA Events por 10 euros (sessão). 

SELECÇÃO 
Domingo, 08 de Outubro
Brunch Electronik Lisboa #12  
20h00 às 22h00 - Âme (Kristian Beyer)
BOILER ROOM 2016
Âme (Kristian Beyer) 

4.7.17

Livros - Colecção de Banda Desenhada
‘NOVELA GRÁFICA’ 
Os grandes nomes estão de volta 
(2017 Levoir / ‘Público’) 


A colecção de banda desenhada ‘Novela Gráfica’, da editora Levoir, está de volta com o jornal ‘Público’. Nesta terceira série, são 15 volumes em edição de coleccionador, com todas as obras traduzidas para português a partir das línguas originais e produzidas no formato original em capa dura e, na sua maioria, em volumes com mais de duas centenas de páginas.
Uma novela gráfica é um romance que conta uma longa e densa história através de arte sequencial (banda desenhada), em formato livro e destinado a um público maduro. Com grande capacidade para absorver tendências distintas e de se renovar, a novela gráfica não deve ser vista como um género, com formato e conteúdo específicos.
Às sextas, colecção ‘Novela Gráfica’ com o ‘Público’ por mais 9,90 euros. 

SELECÇÃO 
Sexta, 21 de Julho 
‘Batman - Uma História Verdadeira’ (2016 DC Comics Vertigo), de Paul Dini e Eduardo Risso. 
Sexta, 28 de Julho 
‘Polina’ (2011 Casterman KSTR), de Bastien Vivès.
OS GRANDES NOMES ESTÃO DE VOLTA
Colecção ‘Novela Gráfica’

30.6.17

Cinema - Sessões
CINEMA NA ESPLANADA 
Fantasmas ao Nosso Encontro 
Em Julho na Cinemateca Portuguesa


A temporada ‘Cinema na Esplanada’ volta em Julho e Setembro à Cinemateca Portuguesa, às sextas e sábados, às 22h30, com projecções ao ar livre em 35 mm no terraço do piso superior do edifício.
Em Julho, as sessões do ‘Cinema na Esplanada’ cruzam-se com o programa inspirado pelos ‘Fantasmas ao Nosso Encontro’, propondo grandes clássicos, filmes que pela primeira vez são mostrados na esplanada do Restaurante-Bar 39 Degraus. Serviço de cafetaria/bar com bebidas, tostas, salgados, mousses, gelados e sorvetes artesanais e bolos vegan.

SELECÇÃO 
Sábado, 08 de Julho às 22h30 
‘Ugetsu Monogatari - Contos da Lua Vaga’ (1953), de Kenji Mizoguchi, com Masayuki Mori e Machiko Kyô. 
Japão no século XVI em guerra civil. Dois aldeãos partem para a cidade. O oleiro Kenjuro apaixona-se pela princesa Wakasa e vai para a sua mansão. O agricultor Tobei abandona a sua mulher e procura tornar-se num samurai. 
Sight & Sound - The 50 Greatest Films of All Time 
Cahiers du Cinéma - 100 Films pour une Cinémathèque Idéale 
Sexta, 28 de Julho às 22h30 
‘Vertigo - A Mulher Que Viveu Duas Vezes’ (1958), de Alfred Hitchcock, com James Stewart e Kim Novak.
Scottie, um polícia de São Francisco, sofre de vertigens desde que um polícia morreu numa queda para o salvar. Gavin, amigo de Scottie, pede-lhe que siga a sua mulher Madeleine, que se crê ameaçada por uma morta. 
Sight & Sound - The 50 Greatest Films of All Time  
Cahiers du Cinéma - 100 Films pour une Cinémathèque Idéale
‘UGETSU MONOGATARI’
Kenji Mizoguchi 



‘VERTIGO’
 Alfred Hitchcock

26.6.17

Música - Álbum
‘DUST’ 
Laurel Halo 
(2017 Hyperdub) 


Música de formação clássica e produtora electronic/techno/synthpop, a norte-americana Laurel Halo, radicada em Berlim, estreou-se nos álbuns com ‘Quarantine’ (2012 Hyperdub), a que se seguiu ‘Chance of Rain’ (2013 Hyperdub).
Depois de dois anos de gravações com a contribuição de vários instrumentistas e vocalistas, Laurel Halo regressa agora com o álbum ‘Dust’ onde explora o techno/dub/pop. Composto por tensões e vibrações de grande beleza sonora e muito groove, os temas revelam-se atentos às geografias sonoras e texturas contemporâneas. Alegria complexa e fascinante.
“This is a triumph of impressionism, where the digital and organic coexist in a radically beautiful whole.” 
The Guardian
“Laurel Halo's records have always posed tricky questions, and ‘Dust’ features her most complex and engrossing yet.” 
Resident Advisor
‘JELLY’
Laurel Halo 

22.6.17

Filme - Estreia a 29 de Junho no Medeia Monumental
‘MA'ROSA - MÃE ROSA’
de Brillante Mendoza 
com Jaclyn Jose e Julio Diaz
(2017 Centerstage Productions) 


Mãe Rosa tem quatro filhos. É proprietária de uma pequena loja de conveniência, num bairro pobre de Manila, onde toda a gente a conhece e estima. Para se sustentarem, ela e o marido, Nestor, revendem droga. Um dia, são detidos. Perante polícias corruptos, os filhos de Rosa farão tudo para comprar a liberdade dos pais.
Um drama do realizador filipino Brillante Mendoza, de 57 anos, autor de ‘Serbis’ (2008), ‘Lola’ (2009), ‘Kinatay’ (2009) e ‘Thy Womb’ (2012).
“’Ma'Rosa’ is made with control and clarity, a narrative purpose which is held on to despite an apparently aimless docu-style, and a clear sense of jeopardy. It doesn’t reveal much of what is going on in Rosa’s mind and heart.” 
The Guardian
“’Ma'Rosa’ n’est sans doute pas le film où Brillante Mendoza se montre le plus inspiré sur le plan esthétique. Du moins reste-t-il fidèle à une méthode qui a fait ses preuves: fait divers à la source du récit, mélange d’amateurs et de professionnels, tournage à plusieurs caméras dans les lieux reels.” 
Le Monde
‘MA'ROSA’
Brillante Mendoza 

20.6.17

Filme - Estreia a 29 de Junho no Medeia Monumental
‘PATERSON’ 
de Jim Jarmusch 
com Adam Driver e Golshifteh Farahani
(2016 K5 International) 


Paterson é motorista de autocarro na cidade de Paterson, New Jersey, cidade com que partilha o mesmo nome. Todos os dias Paterson segue a rotina de percorrer uma rota, observando a cidade. Escreve poemas num caderno, passeia Marvin, um buldogue inglês, e vai para casa ter com a sua mulher, Laura. Por outro lado, o mundo de Laura está sempre em mudança, com novos sonhos a cada dia.
Uma comédia dramática do realizador norte-americano Jim Jarmusch, de 64 anos, autor de ‘Broken Flowers - Flores Partidas’ (2005) e ‘Only Lovers Left Alive - Só os Amantes Sobrevivem’ (2013).
Sight & Sound - Best Films of 2016 
“What a lovely film ‘Paterson’ is.” 
The Guardian
“With visual precision and emotional restraint Jim Jarmusch creates that rarest portrait of the artist.” 
The New York Times
“La vraie gageure d’écriture de 'Paterson', c’est de faire advenir, dans sa propre forme, les conditions d’émergence de la poésie. Plutôt que de raconter, de montrer ou d’évoquer, le film crée sa propre assise de tranquillité et d’attention.” 
Cahiers du Cinéma
‘PATERSON’
Jim Jarmusch 



16.6.17

Livro - Romance
‘O SIMPATIZANTE’
Viet Thanh Nguyen
(2017 Elsinore)


Abril de 1975. Saigão está mergulhada no caos. Na sua villa, um general do exército do Vietname do Sul elabora, com a ajuda do seu capitão, uma lista com os nomes daqueles que têm permissão para apanhar os últimos voos de saída do país. Começando uma nova vida em Los Angeles, o general e os seus compatriotas desconhecem que, entre eles, existe um espião, o capitão que reporta as suas actividades às instâncias superiores de comando no Vietname.
Romance de estreia, de 448 páginas, do escritor e professor universitário norte-americano de origem vietnamita Viet Thanh Nguyen, de 46 anos.
Pulitzer Prize - Fiction 2016 
PEN/Faulkner Award - Finalist Fiction 2016 
“A remarkable debut novel. Brings a distinctive perspective to the war and its aftermath. Viet Thanh Nguyen book fills a void in the literature, giving voice to the previously voiceless.” 
The New York Times
“Tremendously funny, with a demanding verbal texture, Both tender and a bit of a romp, the book reminded me of how big books can be.” 
The Guardian
VIET THANH NGUYEN DISCUSSES ‘THE SYMPATHIZER’
Book View Now 

8.6.17

Filme - Estreia a 22 de Junho no Midas Cinema Ideal
‘HYMYILEVA MIES - O DIA MAIS FELIZ NA VIDA DE OLLI MAKI’
de Juho Kuosmanen
com Oona Airola e Jarkko Lahti
(2016 Aamu Filmcompany)


Olli Maki, um boxeur finlandês, luta para sobreviver no complicado ano de 1962. Leva uma vida tranquila que é perturbada quando tem que lutar na final do Campeonato Mundial de Boxe. Rapidamente elevado a símbolo nacional, Olli Maki precisa controlar as expectativas da nação para tentar vencer a luta.
Um drama biográfico, estreia nas longas-metragens, do realizador finlandês Juho Kuosmanen, de 38 anos.
Festival de Cannes - Un Certain Régarde 2016 
European Film Awards - European Discovery/Prix FIPRESCI 2016
“It is a film of immense humanity and charm: the very best kind of date movie.” 
The Guardian
‘’Hymyileva Mies’ deepens quietly, and if he had any rookie jitters you wouldn’t know it.”
The New York Times
“Juho Kuosmanen fait valoir une espèce de force apaisante qui garantit à ses personnages une puissance inaliénable et magique.”
Cahiers du Cinéma
“Le superbe noir et blanc en pellicule 16 mm de Juho Kuosmanen s’empare avec une sensibilité et une douceur inouïes de cet héroïsme discret.”
Le Monde
‘HYMYILEVA MIES’
Juho Kuosmanen